top of page

Peeling Químico e Peeling Retinóico

O peeling químico é um tratamento feito a partir do uso de uma solução, composta por ácidos brandos, a qual, quando aplicada sobre a pele, causa descamação e acelera o processo de renovação celular.

O procedimento é bastante procurado em clínicas dermatológicas e de tratamentos estéticos, pois é uma maneira eficaz de obter uma aparência mais saudável, brilhosa e uniforme da pele. Além disso, o peeling químico reduz oleosidade, cicatrizes, rugas de expressão e/ou manchas causadas pelo sol.

Ação do peeling químico na pele:

O processo consiste em aplicar agentes químicos que destroem as camadas mais superficiais da cútis. Para que, então, ela se regenere e resulte em uma aparência mais uniforme e saudável.

O termo “peeling” pode ser traduzido como “descamação”. Por isso, o principal objetivo do peeling químico é a renovação celular. 

Principais benefícios do peeling químico:

 

  • Eliminação de rugas e linhas de expressão;

  • Redução das manchas de idade ou sol;

  • Redução das cicatrizes de acne e acidentes;

  • Renovação das camadas de pele;

  • Redução da oleosidade da pele;

  • Prevenção do aparecimento de cravos e espinhas;

  • Aumento da produção de colágeno.

O peeling de ácido retinóico, como também é conhecido, é uma substância derivada da vitamina A. Em cremes, géis e séruns, o composto é utilizado em pequenas doses, que variam entre 0,01% a 0,1%. Já em peelings, ele pode ser utilizado em concentrações maiores, sempre orientado por um dermatologista e conforme a necessidade do paciente.

Quando aplicado sobre a pele, o ácido retinóico causa a sua descamação, ou seja, a eliminação da camada superficial da pele. Isso, por sua vez, estimula a regeneração celular e a produção de colágeno. Por isso, a substância é a queridinha dos dermatologistas para prevenir ou tratar o envelhecimento, clarear manchas e suavizar linhas de expressão e rugas.

Benefícios do peeling de ácido retinóico

Quem disse que os benefícios do peeling de ácido retinóico se resumem apenas a combater o envelhecimento? Ao contrário do que se imagina, a tretinoína também é indicada para os seguintes casos:

Reduzir a oleosidade da pele: Embora ele não seja indicado especificamente para isso, ao provocar a descamação e a regeneração celular da pele o composto acaba também ajudando a controlar a oleosidade. 

Controlar acne e cravos: Quem busca conhecer os benefícios do peeling de ácido retinóico também precisa compreender que a substância também impede a obstrução dos poros da pele. Isso, por sua vez, impede o surgimento de cravos e acnes, bem como a progressão dos já existentes.

 

Tratamento do melasma: O melasma é uma condição dermatológica caracterizada pelo surgimento de manchas escuras na pele. O problema pode ser causado por disfunções hormonais, predisposição genética e fotoenvelhecimentoIndependentemente de qual seja a origem do melasma, os benefícios do peeling de ácido retinóico também incluem a solução para o problema. Afinal, a tretinoína ajuda a clarear manchas, uniformizar o tom da pele e conferir a ela mais luminosidade e firmeza.

Amenizar cicatrizes e estrias: Graças a sua função regeneradora, o ácido retinóico também suaviza linhas de expressão, rugas e cicatrizes. E, dependendo da concentração do ativo, pode ser útil na suavização de estrias.

 

Manter a hidratação da pele por mais tempo: O último dos benefícios do peeling de ácido retinóico listados aqui é manter a pele hidratada por mais tempo.

bottom of page